Bazar Solidário começa nesta terça-feira no Clube de Campo

Fundo Social de Solidariedade

04 de dezembro de 2017
Acessibilidade

Nestas terça e quarta-feiras (5 e 6 de dezembro), o Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes promove a edição de 2017 do Bazar Solidário. O evento será realizado no salão social do Clube de Campo de Mogi das Cruzes e vai oferecer, ao longo de dois dias, diversas opções de produtos e presentes, com preços atrativos e design criativo.

O Bazar Solidário deste ano conta com um total de 56 expositores, que estarão comercializando produtos dos segmentos de artesanato, bijuterias e semijoias, roupas, sapatos e acessórios. O espaço também vai oferecer praça de alimentação, com opções como comida árabe, brasileira e japonesa, e doces como tortas, bolos, brigadeiros artesanais, churros, além de bebidas.

Uma novidade no Bazar Solidário deste ano é que o consumidor vai poder fazer a compra do produto direto no estande. A mudança deve facilitar e agilizar o processo de compra, beneficiando tanto o expositor como o cliente. As opções de pagamento (dinheiro ou cartão) ficarão a critério de cada expositor.

“Estamos preparando esta edição do Bazar Solidário com muito carinho. Além de uma excelente opção para a compra de presentes de Natal, o Bazar Solidário é também uma ação de solidariedade. Logo, cada um presente ali estará também fazendo o bem”, destaca a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Karin Melo.

O Bazar Solidário ficará aberto das 11h às 22h no primeiro dia e das 10h às 22h no segundo. É um evento que contribui para a campanha Natal de Sorrisos, ação do Fundo Social que faz a arrecadação e entrega de brinquedos para crianças de regiões de alta vulnerabilidade da cidade, no período do Natal.

A campanha Natal de Sorrisos segue até o dia 15 de dezembro, com 200 pontos de coleta de brinquedos espalhados pela cidade, em escolas, igrejas, associações de bairro, estabelecimentos comerciais e prédios da municipalidade. Os mogianos que quiserem contribuir, logo, devem deixar brinquedos dentro desses pontos ou, se preferirem, podem entrar em contato com o Fundo Social, pelo telefone 4798-5143. (Lívia de Sá)