Campanha de Vacinação contra o Sarampo prossegue até 31 de outubro

Secretaria de Saúde

03 de setembro de 2020
A vacina contra o sarampo está disponível em todas as unidades básicas de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8 às 16h30

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo foi prorrogada até o dia 31 de outubro para o público de 6 meses a 49 anos de idade. A dose está disponível em todas as unidades básicas de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8 às 16h30. É importante comparecer munido da caderneta de vacinação e documento pessoal.

Devem se vacinar: crianças de 6 a 11 meses que ainda não possuem a dose zero registrada na caderneta; pessoas de 1 e 29 anos que ainda não tenham duas doses registradas na caderneta; e todas as pessoas de 30 a 49 anos, independente da vacinação anterior.

Mulheres vacinadas devem prevenir gravidez pelo período de 30 dias. Já os bebês menores de seis meses; mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez; e pessoas com doenças ou em tratamento que causem imunossupressão não devem tomar a vacina. 

O sarampo é uma doença viral aguda, infectocontagiosa, altamente transmissível e que pode apresentar complicações, principalmente em crianças e pessoas com imunidade comprometida. O contágio acontece por meio de secreções respiratórias. Os indivíduos expostos podem adquirir a infecção através de gotículas veiculadas por tosse ou espirro, por via aérea. 

Os sintomas que antecedem a doença têm geralmente duração de três a cinco dias e caracterizam-se por febre, mal-estar, coriza, conjuntivite, tosse e falta de apetite. Manchas vermelhas na pele iniciam-se na região atrás da orelha, espalhando-se para a face, pescoço e demais membros. O diagnóstico é clínico e pode ser confirmado por exames de sangue.