Ecoponto do Parque Olímpico é alvo de vandalismo e recebe trabalhos de limpeza

Secretaria de Serviços Urbanos

11 de janeiro de 2017
Acessibilidade

As equipes do Departamento de Limpeza Pública, da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, estiveram, na manhã desta quarta-feira (11/01), no Ecoponto do Parque Olímpico. A unidade, bem como o seu entorno, que haviam recebido trabalhos de limpeza e manutenção há apenas 15 dias, foram alvo de vandalismo. "Além de jogarem e espalharem todo tipo de material dentro e fora do Ecoponto, também reviraram o que já estava depositado e organizado, aguardando a retirada, conforme o procedimento padrão do Ecoponto", explica o coordenador de Limpeza Pública do município, José Roberto Elias Rodrigues. Segundo cálculos das equipes, o volume total de material descartado ali foi de cerca de 30 toneladas."Vamos levar de três a quatro dias para fazer a limpeza. Isso é o correspondente ao que recolhemos em um dia inteiro de Operação Cata-Tranqueira. Foi tanto material que a entrada do Ecoponto ficou obstruída. Algumas pessoas acharam até que o Ecoponto estava fechado", acrescenta Rodrigues, reforçando que os dois Ecopontos do município estão operando normalmente. "Mais uma vez, pedimos a colaboração da comunidade, primeiro para que faça o uso adequado de toda a estrutura para o descarte de lixo, entulho e outros materiais, porque a Prefeitura já presta esses serviços de forma gratuita a toda a população. Pedimos também para que as pessoas ajudem a Prefeitura a fiscalizar e cuidar dos equipamentos públicos, denunciando casos assim", complementa o coordenador de Limpeza Pública. O telefone para denúncias é o 153. Já o cidadão que deseja mais informações sobre as formas de coleta e descarte de lixo, entulho e outros materiais pode se informar pelo site da Prefeitura de Mogi das Cruzes, na aba Secretaria de Serviços Urbanos ou então pelo próprio telefone da Secretaria de Serviços Urbanos, que é o 4798-5116. A estrutura disponibilizada abrange desde a coleta de lixo doméstico, passando pela coleta de recicláveis (programa Recicla Mogi), até a Operação Cata-Tranqueira e os Ecopontos. A Operação Cata-Tranqueira, por exemplo, já está com a programação até maio de 2017 atualizada e disponível para consulta no site da Prefeitura. Ela consiste na recolha, todos os sábados, de móveis velhos e materiais inservíveis, que os próprios cidadãos devem separar e deixar na calçada em frente às suas residências, nos primeiros minutos da manhã. Neste sábado (14/01), serão atendidos os bairros do Botujuru, Vila Suíssa, Vila Paulicéia, Vila Horizonte, Jardim Juliana, Jardim São Pedro, Conjunto Jefferson, Jardim das Bandeiras, Vila Aparecida e o CDHU de Cezar de Souza. As coletas do lixo úmido e reciclável obedecem a cronogramas distintos. Em geral, a coleta de lixo doméstico atende a todos os bairros da cidade três vezes por semana - a exceção fica com a região central e adjacências, que é atendida de segunda a sábado - e a coleta seletiva acontece duas vezes na semana em cada bairro. Além dos Ecopontos fixos, a Prefeitura de Mogi das Cruzes vem trabalhando em parceria com as Administrações Regionais, para a coleta de materiais como papel, vidro, metal, papelão e óleo de cozinha e disponibiliza ainda os Ecopontos itinerantes, por meio do qual praças da cidade recebem, em dias e horários específicos, quatro lixeiras da coleta seletiva. Uma placa descreve quais são os itens que podem ser depositados nas lixeiras. (LMS)