Fundo Social vai levar nova oficina de socialização ao Centro Municipal do Paradesporto

Fundo Social de Solidariedade

10 de agosto de 2018
Acessibilidade

O Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes fará uma nova ação em parceria com o Centro Municipal de Paradesporto, que vai ampliar ainda mais a gama de serviços oferecidos no espaço. A partir de uma ação solidária, os paratletas terão um novo ciclo de oficinas gratuitas, que visam estimular o desenvolvimento cognitivo, motor e também as práticas de socialização e compartilhamento.

A realização da atividade se tornou possível com a doação, do grupo BNI Prisma, de R$ 2.511,00 ao Fundo Social. O recurso foi arrecadado com a bilheteria da apresentação, no último dia 31, do pianista italiano Luca Amitrano, no Theatro Vasques. O show teve caráter beneficente e reuniu cerca de 270 pessoas no espaço de cultura.

A entrega do cheque foi realizada na manhã desta sexta-feira (10/08), durante o encontro semanal do grupo de empresários, que contou com a presença da presidente do Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes, Karin Melo, e do prefeito, Marcus Melo.

Além de agradecer pela parceria, Karin fez uma apresentação institucional do Fundo Social, em que mostrou um panorama geral das ações desenvolvidas ao longo do ano. Assim, falou sobre as campanhas do Agasalho e Natal de Sorrisos, os grandes eventos de arrecadação, como Food Truck Solidário e Bazar Solidário, os cursos profissionalizantes e a parceria com o Centro Municipal do Paradeporto.

O objetivo do Fundo Social é comprar 40 jogos para a oficina, que deve ser realizada ainda neste semestre. Os monitores serão captados junto ao banco de voluntários do programa Família Solidária e passarão por uma capacitação específica para participarem dessa atividade.

“Nosso objetivo é dar continuidade ao trabalho que já desenvolvemos no Centro Municipal de Paradesporto, oferecendo mais uma oficina de socialização e aprimorando cada vez mais o atendimento oferecido no espaço. Sem o apoio de vocês, isso não seria possível, então muito obrigada pela ajuda e pela confiança no nosso trabalho”, pontuou a presidente do Fundo Social.

Além do Fundo Social, o grupo BNI Prisma doou os recursos arrecadados com a apresentação do pianista a outras entidades e projetos sociais.

Em março deste ano, os atletas do Paradesporto já receberam oficinas educativas, em uma parceria entre o Fundo Social e a Secretaria Municipal de Assistência. A ação atendeu cerca de 100 usuários do equipamento esportivo.

O Fundo Social também levou ao Centro do Paradesporto o curso Mãos na Massa, que já teve, só em 2018, duas turmas formadas. A ação foi direcionada aos pais, mães e acompanhantes dos atletas, que acabam passando praticamente o dia inteiro no espaço. Já foram duas cerimônias de formatura e 43 acompanhantes capacitados.

O equipamento, aliás, foi palco para a primeira formatura de 2018 dos cursos profissionalizantes do Fundo Social e também foi sede par a última cerimônia, realizada no dia 19 de julho. 

Mais informações sobre o projeto no Centro Municipal do Paradesporto e as ações do Fundo Social podem ser obtidas pelo telefone 4798-5143 ou pelo e-mail fundocial@pmmc.com.br. (Lívia de Sá)