Mogi adota nova estratégia de vacinação contra febre amarela para otimização das doses

Secretaria de Saúde

14 de março de 2018
Acessibilidade

O horário noturno para vacinação contra a febre amarela e o agendamento da aplicação das doses para viajantes, idosos, pacientes com receita e portadores de deficiência pelo SIS 160 termina nesta sexta-feira (16/03). A mudança é necessária para garantir a otimização do trabalho e evitar o desperdício de doses diante da queda no movimento registrada nas últimas semanas nos Postos de Saúde.

A vacinação noturna ainda está disponível nesta quarta-feira (14/3) na UBS Santa Tereza; na quinta (15) na Vila Suíssa e na sexta (16) no Jardim Camila. A distribuição das 200 senhas noturnas começa às 18 horas.

Em Mogi das Cruzes, a campanha cautelar de vacinação contra a febre amarela começou em novembro de 2017 e promoveu diversas ações para facilitar e ampliar o acesso da população, como a imunização aos sábados, no período noturno e em locais estratégicos como os Terminais Central e Estudantes e a Feira Noturna.

“O município vacinou 285 mil pessoas e já recebeu o quantitativo necessário para vacinar o restante da população com a dose fracionada, que garante exatamente a mesma proteção, só que por um período menor”, explica o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis.

A queda significativa na imunização contra a febre amarela vem sendo registrada desde a segunda quinzena de fevereiro, mesmo período que a dose foi liberada para toda a população. Na última semana, a média diária de vacinas aplicadas foi de 433, número muito abaixo do pico registrado na primeira quinzena de janeiro, quando as unidades de saúde chegaram a vacinar 15 mil pessoas em apenas um dia.

“Depois de aberto, um frasco de vacina pode imunizar até 50 pessoas em até 6 horas, caso contrário, precisa ser inutilizado. Por este motivo, o município precisa otimizar o uso das doses, evitar desperdícios e garantir a oferta de vacina para todos”, explica a chefe da Vigilância Epidemiológica Municipal, Lilian Peres Mendes.

 

Nova distribuição

 

A partir desta segunda-feira (19/03), a Secretaria Municipal de Saúde adotará uma nova estratégia de vacinação contra a febre amarela. Nove postos de saúde oferecerão a vacina as segundas, quartas e sextas-feiras, das 8 às 16 horas: Alto Ipiranga, Braz Cubas, Jardim Camila, Jardim Universo, Jundiapeba, Ponte Grande, Santa Tereza, Vila Natal e Vila Suíssa. Outros oito locais farão o atendimento as terças e quintas, das 9 às 15 horas: Mineração, Santo Ângelo, Vila Jundiaí, Vila Nova Jundiapeba, Vila da Prata, Jardim Ivete, Jardim Maricá e Jardim Aeroporto 2.

Nas outras 18 unidades, o atendimento será escalonado, uma vez por semana:

Chácara Guanabara, Jardim Margarida, Jardim Piatã, Biritiba Ussú e Botujuru (terças-feira); Vila Moraes, Sabaúna, Taboão-Lambari, Jardim Nove de Julho e Jardim Planalto (quartas-feira); Jardim Aeroporto 3, Novo Horizonte, Quatinga, Cocuera, Conjunto Toyama, Jardim Layr, Vila Nova Aparecida e Taiaçupeba (quinta-feira). Nestes locais, a vacinação será realizada das 9 às 15 horas.

 

Prevenção

A vacina contra a febre amarela está disponível para toda a população de Mogi das Cruzes. Nesta semana, a Secretaria Municipal de Saúde está intensificando a vacinação cautelar em locais onde foram registrados casos suspeitos de febre amarela em humanos ou macacos. No último dia 2, um homem de 34 anos, morador no Socorro, com histórico de deslocamentos para áreas de risco acabou falecendo no Hospital Luzia de Pinho Melo. O bairro recebeu diversos cuidados, como fumacê e nebulização, além da imunização casa a casa. No Jardim Piatã e Residencial Monterey, onde foram encontrados macacos mortos, os trabalhos preventivos devem começar nesta quarta-feira (14/3).