Mogi das Cruzes conquista a inédita Certificação do Programa Município Verde Azul

Secretaria do Verde e Meio Ambiente

20 de dezembro de 2018
Acessibilidade

Mogi das Cruzes conquistou, pela primeira vez na história, a certificação do Programa Município Verde Azul. A confirmação ocorreu nesta quinta-feira (20/12) à tarde, durante a solenidade de premiação do evento, realizada no Palácio dos Bandeirantes. O prefeito Marcus Melo e o secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira de Lima, acompanharam o evento e destacaram a importância da premiação e dos fatores que contribuíram para que ela ocorresse.

“Temos trabalhado muito na área da preservação ambiental, com ações práticas que estão produzindo resultados. O avanço nos índices de tratamento de esgoto, o crescimento da coleta seletiva, o reconhecimento da Serra do Itapeti como Área de Proteção Ambiental, o nosso programa de arborização, entre outras iniciativas, foram reconhecidas e esta certificação muito nos orgulha. O progresso da cidade deve estar acompanhado sempre de qualidade de vida e respeito à natureza, e é isso que estamos fazendo em Mogi das Cruzes”, destacou Marcus Melo.

De acordo com o secretário Daniel Teixeira de Lima, neste ano 69 municípios paulistas foram certificados e Mogi das Cruzes ficou com a 59ª posição. Em 2017, Mogi a cidade recebeu o Prêmio Governador Franco Montoro como o município que obteve a maior nota de toda Bacia do Alto Tietê no programa. Foram 74,02 pontos e a 63ª posição. A Secretaria Municipal do Verde criou uma comissão que dialogou com todas as demais secretarias municipais envolvidas e o trabalho elaborado por Mogi das Cruzes foi integrado, apresentando um desempenho global do município.

Para a avaliação dos municípios, dez diretivas são analisadas: esgoto tratado, gestão das águas, resíduos sólidos, cidade sustentável, biodiversidade, arborização urbana, educação ambiental, qualidade do ar, estrutura ambiental e conselho ambiental. Para cada diretiva, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente estabelece critérios de avaliação que resultam nas pontuações de cada cidade. (Marco Aurélio Sobreiro)

 

- Principais Ações ambientais realizadas em Mogi:

- Tratamento de esgoto: hoje Mogi coleta 95% e trata 61%, com a meta de elevar estes índices graças a ações como a implantação de esgotamento sanitário em Cezar de Souza e no Botujuru

- 25 mil árvores plantadas em 2017-2018. Meta é chegar a 50 mil até 2020

- Recicla+Mogi: Mogi chegou avançou de 0,5% (2013) para 5% (2018) e deve chegar a 20% até 2020. Todos os bairros têm coleta seletiva 3 vezes por semana

- Reconhecimento da Serra do Itapeti como Área de Proteção Ambiental (APA)