Mogi promove nova ação de vacinação contra febre amarela neste sábado, dia 9

Secretaria de Saúde

07 de dezembro de 2017
Acessibilidade

Mogi das Cruzes promove novamente neste sábado (09/12) uma ação especial de vacinação contra febre amarela para quem mora ou trabalha na área de prioridade 1, que compreende a região da Serra do Itapeti e bairros próximos. A imunização será realizada das 8 às 17 horas em 29 locais, sendo 15 unidades de saúde e 14 postos volantes.

Além dos postos que já realizam a imunização de segunda à sexta-feira, estarão abertas no sábado as Unidades Básicas de Saúde (UBS) Alto Ipiranga, Jardim Universo e Jundiapeba. Entre os pontos volantes, a principal novidade será a vacinação em três supermercados: Extra do Mogilar, Shibata da Vila Industrial e Shibata de Cezar de Souza.

Clique aqui e veja se você precisa tomar a vacina

“Estamos ampliando os pontos de vacinação para facilitar o acesso à população e garantir o maior número possível de imunizados na área prioritária designada pelo Governo do Estado. Nosso pedido é para que as pessoas que vivem ou trabalham nos bairros indicados não deixem de tomar a vacina e aproveitem o sábado para garantir a proteção”, explica o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis.

Nesta etapa, a vacinação cautelar é destinada para 29 locais: Chácara Guanabara, Taboão, Monterey Ville, Jardim Piatã, Novo Horizonte, Jardim Margarida, Aruã Ecopark/Lagos, Aruã, Aruã Brisas, Pedreira Embu, Capelinha, Jardim Aracy, Residencial Itapety, Ponte Grande, Vila Industrial, Mogilar, Rodeio, Condomínio Bella Citá, Vila Suíssa, Condomínio Veredas, Botujuru, Sabaúna, Volta Fria, Condomínio Real Park Tietê, Vila Estação, Jardim Juliana, Jardim São Pedro, Vila Nova Aparecida e Conjunto Jéfferson da Silva. Num segundo momento, a imunização será ampliada para outros bairros.

Desde o dia 20 de novembro, quando a vacinação cautelar foi iniciada, Mogi das Cruzes imunizou 42.574 pessoas contra a febre amarela, o que representa 35% da meta estipulada para a primeira fase da imunização, que soma 120 mil pessoas. Numa segunda etapa, o número de imunizados na cidade deve chegar a 213 mil.

A vacina contra a febre amarela é aplicada em dose única e válida por toda a vida. Mas não podem tomar a vacina mulheres amamentando bebês de até 6 meses, gestantes, crianças menores de 9 meses; pacientes com imunodepressão; pacientes com câncer; pacientes infectados com HIV; pacientes em tratamento com drogas imunossupressoras (corticosteroides, quimioterapia, radioterapia, imunomoduladores).

A febre amarela é uma doença infecciosa aguda causada por picada de mosquitos infectados. Não é contagiosa e não pode ser transmitida de pessoa para pessoa e nem de macaco para seres humanos. Existem dois ciclos do vírus da febre amarela: urbano e silvestre. O ciclo silvestre é única forma registrada neste momento no Brasil, onde há uma concentração de esforços para evitar a urbanização da doença.