Oficina na Prefeitura promove debate sobre o processo de revisão do Plano Diretor

Secretaria de Planejamento e Urbanismo

24 de novembro de 2017
Acessibilidade

A Secretaria Municipal de Planejamento e Urbanismo realizou, nesta sexta-feira (24/11) à tarde, a primeira oficina do processo de revisão do Plano Diretor de Mogi das Cruzes, durante a 73ª reunião ordinária do Conselho Municipal de Cidade (Concidade). O evento aconteceu no auditório da Prefeitura e contou com a presença de conselheiros do Concidade, engenheiros, arquitetos e funcionários da Administração Municipal, além de cidadãos que acompanharam a reunião. O prefeito Marcus Melo abriu os trabalhos e agradeceu a presença de todos.

A revisão do Plano Diretor começou no dia 13, com um evento no Theatro Vasques no qual foram apresentados detalhes do processo e ministradas palestras que abordaram a importância do trabalho. O Estatuto das Cidades determina, em seu artigo 40, que a lei que institui o Plano Diretor seja revista pelo menos a cada dez anos, com o objetivo de guiar o desenvolvimento do município.

O secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, Claudio de Faria Rodrigues, participou da oficina desta sexta-feira e falou sobre o processo de revisão do Plano Diretor: “Foi um encontro muito bom, com um debate qualificado sobre a cidade onde vivemos atualmente e sobretudo a respeito da Mogi das Cruzes que queremos ver no futuro”, disse. Os vereadores Otto Rezende, Emerson Rong e Mauro Margarido participaram da oficina.

O processo de revisão do Plano Diretor será um trabalho de longo prazo, que se estenderá ao longo do ano de 2018 e que contará com o apoio de ações já realizadas na cidade, como o Participa + Mogi – um conjunto de reuniões realizadas nos bairros em que a população é ouvida sobre demandas e propostas para melhorar o município. A programação de audiências públicas incluirá reuniões temáticas, territoriais (por bairros) e ainda em encontros com grupos específicos, sempre com o objetivo de garantir a maior representatividade possível para este trabalho. Técnicos da Prefeitura levarão informação aos moradores, detalharão o andamento do processo e colherão sugestões e opiniões dos mogianos para o futuro da cidade.

Na era das redes sociais, marcada pela interação imediata com a população, o processo de revisão do Plano Diretor de Mogi das Cruzes se utilizará de todas as ferramentas disponíveis para estimular o contato e a participação pública. A internet será um espaço com diversos canais para o diálogo, como o site da Prefeitura de Mogi das Cruzes e as redes sociais. Todas as informações e atualizações serão disponibilizadas de forma on-line, com estímulo à participação permanente da sociedade. (Marco Aurélio Sobreiro)