Programa Prefeito Jovem é relançado durante Encontro de Grêmios Estudantis

Secretaria de Cultura

06 de dezembro de 2018
Acessibilidade

O prefeito Marcus Melo participou, na manhã desta quinta-feira (06/12), do Encontro de Grêmios Estudantis, que foi realizado no Theatro Vasques e abriu oficialmente a programação do Festival da Juventude 2018. O evento contou com a participação de representantes de 60 grêmios da cidade e teve como objetivo encerrar as atividades estudantis de 2018, bem como esboçar um plano de trabalho para 2019 e 2020.

Também estavam presentes a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Karin Melo, o secretário de Cultura, Mateus Sartori, a representante da Diretoria Regional de Ensino de Mogi das Cruzes, Fernanda Maria Carline e o vereador Caio Cunha.

“Temos um compomisso muito forte de apoiar os jovens da cidade no que se refere à mercado de trabalho e oportunidade de emprego. Aproveitem esse evento de hoje, façam sugestões e participem do dia a dia da cidade. Eu estou prefeito, mas a cidade é de cada um de nós”, destacou o prefeito.

Melo também convidou os jovens presentes a conhecer o programa Família Solidária, que foi lançado pelo Fundo Social de Solidariedade em abril deste ano e já reúne aproximadamente 650 voluntários, que emprestam seu tempo e mão de obra para eventos beneficentes diversos, sejam eles organizados pela Prefeitura ou não.

O secretário Mateus Sartori apresentou aos jovens as ações planejadas para o próximo ano e também programas e projetos disponíveis para auxiliá-los na transição entre a escola, a universidade e o mercado de trabalho.

Um dos destaques foi o relançamento do programa Prefeito Jovem, que tem por objetivo eleger um representante de todos os grêmios estudantis da cidade para experenciar o dia a dia do poder público do município, atuando como um líder e porta-voz dos anseios dos estudantes da cidade. O processo de votação deve acontecer am abril de 2019.

O secretário também falou sobre itens importantes para o plano de trabalho do próximo ano, como a participação dos jovens no projeto Parlamento Jovem, da Câmara Municipal, bem no Plano Municipal de Cultura, por meio de uma pesquisa inédita de hábitos culturais descentralizados.  

Lembrou também dos principais festivais e prêmios voltados para a juventude, como o próprio Festival da Juventude, o prêmio Jovem de Fotografia, o Festival de Teatro Estudantil, o Prêmio Jovem da Música Mogiana e o Concurso Jovens Escritores, que terá sua primeira edição em 2019.

Além disso, o secretário falou sobre oportunidades valiosas para os jovens da cidade, como a Escola de Empreendorismo e Inovação (EEI), inaugurada em setembro pela Prefeitura de Mogi e que tem como foco estimular o espírito de empreendedorismo nos jovens da cidade.

Outro programa abordado pelo secretário foi o Mogilínguas, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e a Altissia Internacional, que oferece uma plataforma online para o ensino gratuito das línguas inglesa, espanhola e francesa e que pode ser feito por qualquer mogiano com idade a partir dos 16 anos.

Também foi citada a Univesp - Universidade Virtual do Estado de São Paulo, que foi trazida à cidade numa parceria entre a Administração Municipal e o Governo Estadual. A iniciativa oferece vagas em cursos gratuitos de graduação na modalidade EAD e tem como polo de referência o Bloco Didático do Cemforpe (Centro Municipal de Formação Pedagógica). 

Outros programas citados foram o Contexto Jovem, que já está em andamento, o Papo Jovem, que é um jornal virtual bimestral com informações sobre grêmios, bem como três improtantes programas para a geração de emprego e renda para esse público: Jovem Monitor, Jovem Aprendiz e Jovem Multiplicador.  

O Festival da Juventude 2018 segue com programação até o dia 16 de dezembro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4798-6900. (Lívia de Sá)