Projeto “Divino Verde” propõe consciência ambiental durante Festa do Divino

Secretaria do Verde e Meio Ambiente

15 de maio de 2019
Acessibilidade

A Festa do Divino Espírito Santo deste ano, que será realizada dos dias 30 de maio a 9 de junho, terá um diferencial visando a minimizar os impactos ambientais causados pelas milhares de pessoas que passam pelo evento e as toneladas de lixo geradas durante os 11 dias de atividades. Trata-se do “Divino Verde”, um projeto de sustentabilidade e ações socioambientais, pensando na preservação e com objetivo de criar conscientização e educação ambiental.

“Questões ambientais vêm sendo amplamente discutidas em vários âmbitos da sociedade e, atualmente, existe uma preocupação maior com a sustentabilidade nos shows e festividades, entre outros eventos, que podem causar impacto ambiental”, explica a coordenadora do projeto e diretora de Departamento da Secretaria Municipal de Verde e Meio Ambiente, Patricia Cesare.

A coordenação elaborou uma cartilha com ações e práticas ambientais (como coleta seletiva, descarte correto de óleo, redução de lixo nas barracas e uso de embalagens recicláveis, diminuindo as sacolas plásticas, entre outras iniciativas para substituir o descartável pelo durável) que pudessem ser trabalhadas nas barracas pelas entidades que estão sendo mobilizadas a aderir a campanha.

“Estamos realizando reuniões com essas entidades e todas estão sendo muito receptivas ao projeto ‘Divino Verde’ e se comprometendo a colocar em prática as ações propostas na cartilha”, destaca Patricia.

Ao todo, serão nove ações sustentáveis que as entidades colocarão em prática durante a festa e, ao final, receberão, o selo “Divino Verde”.

Quem for à Festa do Divino encontrará, de aventais verdes, os agentes ambientais do projeto, que circularão pela festa fazendo a conscientização ambiental de seus frequentadores.

Ao redor da praça de alimentação serão colocadas 20 espécies de mudas de árvores nativas da Mata Atlântica e, para neutralizar a “pegada de carbono”, as entidades plantarão, ao término da festa, mudas de árvores que serão doadas pela Secretaria de Verde e Meio Ambiente.

Para o secretário Daniel Teixeira de Lima, o projeto é importante porque desperta a consciência ambiental na população. “Justamente no momento de celebração da fé, na mais tradicional Festa do Divino do País. Ou seja, unimos a tradição ao repensar de nossas atitudes coadunadas no bem maior que é a preservação da fé e da nossa vida”, ressalta Lima.