Secretaria Municipal de Saúde prossegue com ações de revalidação dos Cartões SIS

Secretaria de Saúde

14 de junho de 2017
Acessibilidade

A Secretaria Municipal de Saúde criou um novo fluxo para validação do Cartão SIS – Sistema Integrado de Saúde nas unidades de saúde. A partir da próxima semana, o paciente que tiver alguma pendência no cadastro será informado sobre a necessidade de apresentar o documento pendente até a próxima consulta – comprovante de endereço, CPF ou Cartão SUS, por exemplo. Do contrário, o atendimento ficará suspenso.

A medida faz parte de uma série de ações em andamento desde o início de maio para identificar e corrigir possíveis falhas, duplicidades ou fraudes nos endereços de pacientes que utilizam o Cartão SIS. Em pouco mais de 30 dias, as unidades de saúde já corrigiram 14.385 endereços de cadastros e a Central SIS 160 entrou em contato com 2,9 mil usuários. Uma amostragem realizada pela Secretaria de Segurança também visitou 21 residências localizadas em seis bairros diferentes e identificou 251 pessoas que não residem, de fato, nos locais indicados no cadastro.

Nesta nova etapa, a Secretaria Municipal de Saúde está criando um novo filtro para a validação dos cadastros. “Ao passar pelo Posto de Saúde, sendo identificada alguma pendência, o paciente será informado sobre a obrigatoriedade de apresentar o documento e será atendido normalmente. Mas deverá levar os comprovantes à unidade para dar continuidade aos próximos atendimentos”, explica o secretário municipal de Saúde, Téo Cusatis.

Atualmente, o Sistema Integrado de Saúde conta com 650 mil cadastros, o que está muito acima do número de pacientes do SUS - Sistema Único de Saúde estimado para Mogi das Cruzes. Além das duplicidades, muitos pacientes de outros municípios têm buscado tratamento em nossa cidade.

O Cartão SIS é uma ferramenta de identificação do usuário do sistema público de saúde criado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes para os cidadãos mogianos. Ele reúne informações essenciais para a realização de procedimentos da área médica como nome do usuário, nome da mãe, data de nascimento, CPF, número do prontuário e número do Cartão SUS (Sistema Único de Saúde).

Com o Cartão SIS, todo atendimento feito pelo paciente em qualquer unidade de saúde do município fica registrado em um cadastro único: consultas médicas, exames, medicamentos retirados nos postos, vacinas, entre outros. Sua apresentação é obrigatória para todos os atendimentos ambulatoriais, como consultas de rotina, exames e retornos.

Desde o mês passado, o Cartão SIS não é mais feito pelo telefone, apenas pessoalmente, nas unidades de saúde, justamente para que as pessoas apresentem todos os documentos exigidos. Os documentos exigidos são: comprovante de endereço, RG, CPF e Cartão SUS.