Segurança pública recebe investimentos e Guarda Municipal amplia efetivo

Secretaria de Segurança

31 de outubro de 2019
Acessibilidade

A Prefeitura de Mogi das Cruzes está reforçando o efetivo voltado à segurança pública na cidade, com a contratação de 40 novos guardas municipais. Os novos profissionais começarão na próxima semana o treinamento obrigatório da corporação e a previsão é que eles atuem nas ruas no início do ano que vem.

Atualmente, a Guarda Municipal de Mogi das Cruzes conta com 209 agentes, que desenvolvem diversas funções voltadas à segurança pública, monitoramento e proteção do patrimônio público. No início deste ano, outros 40 guardas municipais já iniciaram as ações com a corporação.

“O trabalho com a segurança pública é uma novidade para os municípios e também uma demanda constante da sociedade. Em Mogi das Cruzes, a Prefeitura vem fortalecendo as ações da Guarda Municipal, com reforço no efetivo, novas viaturas, equipamentos e infraestrutura para termos uma cidade cada vez segura para os mogianos”, afirma o prefeito Marcus Melo.

A utilização de tecnologia na segurança é uma das ações adotadas pela administração municipal. Nos últimos anos, o sistema de monitoramento foi ampliado, com a instalação de novas câmeras. Com isso, o número de equipamentos em vias públicas passou de 53 para 106.

A corporação também já recebeu 29 novas viaturas, entre automóveis e motocicletas, o que permitiu dobrar o número de veículos em operação na cidade. Com os novos veículos, foi possível a ampliação das ações da Guarda Municipal e a criação de novos serviços.

Neste mês de outubro, a Prefeitura recebeu a autorização do Exército para que a corporação possa atuar armada. Além disso, 60 armas já haviam sido doadas ao município pelo Governo do Estado. Agora, os guardas municipais passarão por capacitação e treinamento. A previsão é que a operação comece entre março e abril.

Novos serviços

Criada em 2018, a Patrulha Maria da Penha oferece acompanhamento preventivo e periódico, para garantir proteção às mulheres em situação de violência que possuem medidas protetivas de urgência expedidas pela Justiça, com base na Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006). Os juízes do Fórum de Mogi das Cruzes informam os casos que precisam de apoio da Guarda Municipal, que cumpre os deveres da Patrulha Maria da Penha.

Atualmente, 380 vítimas de violência doméstica são acompanhadas pela patrulha e 38 flagrantes já foram registrados, com a prisão de agressores.

Também criada em 2018, a Patrulha Rural atende as regiões mais afastadas do município. O grupamento conta com um veículo específico, com tração 4x4, para percorrer as estradas vicinais do município, mesmo os locais com acesso mais difícil. O grupo também atua em conjunto com o Departamento de Fiscalização no monitoramento de áreas de risco e de proteção ambiental para combater ocupações irregulares ou o parcelamento irregular de áreas.

Outro grupamento criado pela Prefeitura foi a Ronda Escolar, que começou a atuar em 2017. Ele atende todas as unidades municipais de ensino no apoio aos docentes, auxilio em travessias e na mediação de conflitos. O grupamento conta com guardas municipais, com formação específica para atender alunos, professores e a comunidade escolar.

Estrutura

A estrutura física da Guarda Municipal também está sendo ampliada, com duas obras que estão em andamento em regiões geograficamente opostas da cidade. Em Jundiapeba, está sendo construído o Polo Municipal de Segurança, na avenida Lourenço de Souza Franco.

O local terá base da Guarda Municipal, Centro de Formação e Treinamento, inclusive com local para a prática de tiro, e espaço para o canil da corporação. A Prefeitura também trabalha junto ao Governo do Estado para instalar um Batalhão de Ações Especiais da Polícia (Baep) no Polo de Segurança. O investimento na construção do Polo Municipal de Segurança é de R$ 1.096.300,26.

Já na avenida Engenheiro Miguel Gemma, no Socorro, está em andamento a construção da Central de Inteligência da Guarda Municipal. O local receberá a estrutura da Secretaria Municipal de Segurança, sede da Guarda Municipal, a central de monitoramento, atendimento telefônico, Defesa Civil, entre outras. O investimento é de R$ 3,9 milhões.

Além disso, na região central, será construída uma base para a Guarda Municipal na praça Oswaldo Cruz, que contará com uma central de monitoramento das câmeras do Centro. A estrutura faz parte das obras de requalificação urbana daquela região da cidade.

A corporação já conta com bases no Terminal Central, Parque da Cidade e no Parque Centenário.