Novo semáforo e alteração no trânsito da Vila Rubens começam nesta quinta-feira

Secretaria de Transportes

05 de fevereiro de 2020
Acessibilidade

A Secretaria Municipal de Transportes inicia nesta quinta-feira (06/02) a operação do novo semáforo instalado no encontro da avenida Fernando Costa com a rua João Fernandes de Lima, na Vila Rubens. No local, também haverá alteração na circulação de veículos, com a implantação de mão única de direção no quarteirão da rua João Fernandes de Lima entre a avenida Fernando Costa e a rua Henriqueta Batalha Arouche.

O novo semáforo busca ampliar a segurança para os motoristas que circulam pela avenida Fernando Costa e melhorar a travessia de pedestres na rua João Fernandes de Lima, facilitando o acesso ao prédio da Justiça Federal, que fica no encontro das duas vias. Para isso, uma nova faixa para pedestres foi implantada pela Secretaria Municipal de Transportes.

“A implantação do semáforo foi definida por meio de estudos que levaram em conta os índices de acidentes e o risco de ocorrência de novas ocorrências, no convênio entre a Prefeitura e o Detran. Além disso, as intervenções também melhoram a acessibilidade, dentro da prioridade da administração para a segurança dos pedestres”, destacou o secretário municipal de Transportes, José Luiz Freire de Almeida.

O secretário lembrou ainda que, nos primeiros dias da implantação das mudanças, agentes municipais de trânsito estarão no local para orientar os motoristas. Além disso, a SMT implantou faixas para avisar os motoristas e moradores.

Já o semáforo implantado no encontro da avenida Ricieri José Marcatto com a rua Manoel Sanches Grillo tem o início de operação previsto para a próxima terça-feira (11/02). O equipamento busca ordenar a circulação neste ponto das vias. O trecho da rua Manoel Sanches Grillo entre a Ricieri José Marcatto e a avenida Paulo VI passará a ter mão única de direção no sentido de quem acessa a Ricieri.

O funcionamento dos aparelhos estava previsto para terça-feira (04/02), mas precisou ser adiado devido às chuvas que atrapalharam o trabalho de sinalização nos dois locais. (Luiz Maritan)