Banco de Leite de Mogi das Cruzes

Home > Saúde > Programas > Banco de Leite de Mogi das Cruzes

Toda mulher saudável com excesso de leite e que não use medicamentos que impeçam a doação, podem doar esse leite que está sobrando. Você pode doá-lo para o Banco de Leite Humano. Este leite será preparado e oferecido para os bebes internados nas UTIs neonatais que necessitam muito desse leite. O Banco de Leite também auxilia as mães que estão com dificuldades para amamentar seu bebes.

Informações
Endereço: Rua Manuel de Oliveira, 30, Mogilar – Mogi das Cruzes
Telefone: 4798-7343 e 4798-7344
Atendimento: 7h30 às 17:00

Razões para amamentar seu bebê:

1. A mãe perde peso e o bebê ganha
A mãe que amamenta tem um gasto energético maior ao amamentar. Isso ajuda a perder o peso que ganhou na gestação. Segundo pesquisas, o gasto calórico vai de 200 a 500 kcal por dia. Já para o bebê, o leite materno significa o ganho certo de peso (sem desnutrição e sem obesidade). Com outro tipo leite corre-se o risco da criança engordar muito ou engordar pouco. A mãe que amamenta expulsa a placenta mais rápido, diminuindo o sangramento após o parto. Previne também doenças como o câncer de mama, ovário e diabetes.

2. Economia de dinheiro e recursos naturais
Pesquisas da Associação Americana de Pediatria mostram que mães que amamentam exclusivamente durante os seis primeiros meses poupam cerca de mil dólares. Nessa equação entraram apenas as quantidades de fórmulas artificiais e mamadeiras que as mães teriam que comprar. A economia seria muito maior se fosse levado em conta que crianças alimentadas com leite materno tendem a ter menos doenças – e, portanto, gastam menos com remédios e pediatra. Sem contar a questão da sustentabilidade pois o leite materno não usa latas nem mamadeiras.

3. O bebê fica satisfeito
A quantidade de gordura presente no leite varia durante a amamentação. Perto do final da mamada, o nível de gordura do leite fica no máximo, o bebê se sente saciado e para de mamar espontaneamente. O leite de vaca não têm o mesmo efeito, já que seu conteúdo tem sempre a mesma quantidade de gordura. Com a mamadeira, existe o risco do bebê não querer parar de mamar, porque não tem a sensação de saciedade.

4. Método contraceptivo para a mãe
Durante seis meses, se a mãe amamentar exclusivamente o bebê, é possível que ela se valha da amenorreia lactacional, um método contraceptivo natural. A sucção recorrente do bebê na mama faz com que o hipotálamo da mãe não produza o ciclo necessário à ovulação.

5. Protege o bebê de alergias posteriores e infecções
O leite materno contém imunoglobulinas que protegem o intestino dos bebês de possíveis alergias alimentares, além de imunoglobulinas presentes no leite materno que também ajudam a potencializar o efeito das vacinas nos bebês. Até dois anos, o corpo da criança ainda não se defende sozinho das infecções. Por isso é importante que o nenê mame até os dois anos ou mais. O uso do leite de vaca contem uma proteína que tem difícil digestão para o bebe podendo acarretar microhemorragias e anemia.

6. Ajuda na formação da mandíbula e da língua do bebê
A amamentação é primordial para o desenvolvimento oral do bebê. A musculatura da boca é exercitada quando ele suga o seio da mãe sendo muito importante, no futuro, para o desenvolvimento da fala da criança. Os dentes, os músculos da face, a mandíbula e o maxilar também são exercitados com a amamentação.

7. Cria um laço afetivo
A distância entre o olho da mãe e o seio é exatamente a distância que o neném enxerga. Não é a toa que o neném reconhece a mãe. Além do olhar, o contato entre a pele da mãe e a do filho cria um tipo de laço entre os dois. Um vínculo diferente de tudo que se possa explicar.

8. As crianças tendem a ficar mais inteligentes
Pesquisas da Nova Zelândia e Irlanda mostram que crianças que foram amamentadas exclusivamente durante os primeiros seis meses têm maiores notas na escola e habilidades cognitivas mais refinadas. O leite materno tem substâncias que favorecem o desenvolvimento dos neurônios e suas conexões (sinapses) que ocorrem principalmente nos três primeiros anos de vida. Quanto mais conexão tiver o cérebro maior a habilidade da pessoa.

Passo a passo para retirar e armazenar o leite

1. Preparo do frasco para guardar o leite:
- Lave um frasco de vidro com tampa de plástico (tipo café solúvel), retirando o rótulo e o papel de dentro da tampa.
- Coloque o frasco e a tampa em uma panela cobrindo-os com água.
- Ferva por 15 minutos, contando o tempo a partir do início da fervura.
- Escorra sobre um pano limpo até secar.
- Feche o frasco sem tocar com a mão na parte interna da tampa.
- O ideal é deixar vários frascos preparados.

2. Higiene pessoal antes de iniciar a coleta
- Lave as mãos e os braços até o cotovelo com bastante água e sabão.
- Lave as mamas apenas com água.
- Seque as mãos e as mamas com toalha limpa.

3. Local adequado para retirar o leite
- Escolha um lugar confortável, limpo e tranqüilo.
- Forre uma mesa com pano limpo para colocar o frasco e a tampa.
- Evite conversar durante a retirada do leite.

4. Como retirar o leite?
- Massageie as mamas com a ponta dos dedos, fazendo movimentos circulares no sentido da parte escura (aréola) para o corpo.
- Coloque o polegar acima da linha onde acaba a aréola.
- Coloque os dedos indicador e médio abaixo da aréola.
- Firme os dedos e empurre para trás em direção ao corpo.
- Aperte o polegar contra os outros dedos até sair o leite.
- Despreze os primeiros jatos ou gotas.
- Em seguida, abra o frasco e coloque a tampa sobre a mesa forrada com um pano limpo, com a abertura para cima.
- Colha o leite no frasco, colocando-o debaixo da aréola.
- Após terminar a coleta, feche bem o frasco.

5. Como armazenar o leite?
- Anote na tampa do frasco a data em que iniciou a coleta do leite.
- Guarde imediatamente o frasco no congelador da geladeira ou freezer por até 10 dias.
- Se o frasco não ficou totalmente cheio, você pode completá-lo em outro momento.
- Para completar o volume de leite no frasco, sob congelamento, utilize na próxima ordenha um copo de vidro previamente fervido por 15 minutos e escorra sobre um pano limpo até secar.
- Coloque o leite recém-ordenhado sobre o que já estava congelado até faltarem dois dedos para encher o frasco.
- Guardar imediatamente o frasco no freezer ou no congelador.
- O frasco com o leite congelado deve ser transportado para o banco de leite humano antes de completar 10 dias da data da primeira coleta.

FONTE: Ministério da Saúde

Direitos da mãe que amamenta
A mãe que estiver amamentando tem direito a pausas no horário de trabalho para alimentar seu bebê. A legislação brasileira ( CLT- Consolidação das Leis de Trabalho – Art. 396 ) garante que para amamentar o próprio filho, até que este complete seis meses de idade, a mulher tem direito, durante a jornada de trabalho, a dois descansos especiais, de meia hora cada um. Quando a saúde do filho exigir o período de seis meses poderá ser aumentado. Estas pausas podem ser utilizadas nos horários de entrada e saída ou durante o período de trabalho para amamentar a criança. Além disso, a mãe poderá tirar o leite e armazenar para o bebê tomar nos horários que não estará presente, tendo a durabilidade de 12 horas na geladeira e 15 dias no freezer.

CULTURA
Festival de Verão 2017 - De 19 a 29 de janeiro
PREFEITURA