Ginásio Municipal vai abrigar pessoas em situação de rua a partir deste sábado

Secretaria de Assistência Social

20 de maio de 2022
Acolhimento emergencial no Ginásio Municipal para pessoas em situação de rua será retomado entre sexta-feira e domingo (19 e 21 de agosto) (Pedro Chavedar/ PMMC)

Em função das baixas temperaturas que vêm sendo registradas ao longo dos últimos dias, a Prefeitura de Mogi das Cruzes abrirá a partir deste sábado (21/05) o Ginásio Municipal “Professor Hugo Ramos” para o acolhimento de pessoas em situação de rua. Serão 30 vagas disponibilizadas e a acolhida será sempre a partir das 19h, com encerramento na manhã seguinte, às 7h.

Assim como foi feito no último ano, o atendimento se dará por demanda espontânea – isto é, a pessoa não precisa ter sido encaminhada de outro serviço da Assistência Social, como o Centro POP ou abordagem. Basta, portanto, que o interessado vá até o local. Porém a Secretaria de Assistência Social também trabalhará com encaminhamentos, a depender da necessidade, perfil do atendido e situação das demais unidades de acolhimento.

O objetivo da ação é ampliar ainda mais a oferta de acolhimento para pessoas em situação de rua no período de frio mais intenso. Além de camas com travesseiro, colchão e cobertores para o pernoite, os abrigados terão acesso à higienização, alimentação e terão um espaço de descanso, onde poderão assistir televisão. Animais de estimação serão novamente aceitos, portanto os abrigados também podem levar seus pets.   

“Estamos repetindo o modelo do ano passado, que deu muito certo. Novamente, o Ginásio Municipal será aberto para acolher as pessoas em situação de rua, que são as mais vulneráveis ao frio. Portanto a partir deste sábado quem vive nessa situação e busca um lugar quente e adequado para passar a noite, pode procurar Ginásio, que será acolhido”, destaca o prefeito, Caio Cunha, que esteve no ginásio na tarde desta sexta-feira, para acompanhar os trabalhos de montagem.

O planejamento, a princípio, é manter o Ginásio aberto por 30 dias. Além dos serviços já ofertados, a população pode ajudar levando até o local doações, como cobertores, agasalhos, itens de higiene e de alimentação. Neste ano, o quesito da alimentação será reforçado a partir da parceria com instituições que já costumam atuar com a distribuição de refeições para pessoas em situação de rua. Uma reunião sobre o tema foi realizada na última quinta-feira na sede da Secretaria de Assistência Social, para consolidar essa parceria.

A abertura do Ginásio é mais uma ferramenta de reforço no atendimento às pessoas em situação de rua, que já começou a ser colocado em prática nesta quarta-feira pela Assistência Social, por meio da chamada Operação Inverno. Assim, além da abertura do Ginásio, foram criadas 20 vagas adicionais nas quatro unidades de acolhimento institucional já existentes e que atuam ao longo de todo o ano e também foi adotada ampliação no expediente das equipes de abordagem da população de rua. Desde a última quarta-feira, elas passaram a atuar das 7h às 23h – antes era das 8h às 20h.

O serviço de abordagem é fundamental dentro da proposta de oferta de proteção social integral, pois é a partir dele que as pessoas em situação são localizadas e tem início o trabalho de convencimento para superação da situação de vulnerabilidade. Vale lembrar que o encaminhamento para o acolhimento ou outros destinos, como retorno familiar e município de origem não pode ter caráter coercitivo. Ou seja, a pessoa abordada precisa aceitar o serviço ofertado.

As equipes de abordagem percorrem sistematicamente locais previamente mapeados, onde há maior incidência de pessoas em situação de rua, porém também atuam a partir de denúncias, que podem ser feitas por qualquer cidadão pelo telefone e Whatsapp da abordagem, que é o (11) 97096-0923, até as 23 horas.