Mutirões Cidade Bonita atenderão 16 bairros no mês de maio

Secretaria de Infraestrutura Urbana

04 de maio de 2022
Mutirões Cidade Bonita, que fazem parte do Plano de Zeladoria da Secretaria de Infraestrutura Urbana, vão atender 16 bairros ao longo do mês de maio (Pedro Chavedar/ PMMC)

A Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana vai realizar neste mês um total de quatro mutirões Cidade Bonita. A programação integra o Plano de Zeladoria, que tem como intuito sanar demandas e melhorar as condições de conservação de bairros de toda a zona urbana do município. 

Os mutirões se estendem por sete ou dez dias, dependendo do perímetro atendido e da complexidade das demandas em cada localidade. Para o planejamento, a equipe técnica da SMIU dividiu a cidade em 25 setores, que vêm sendo atendidos gradativamente, desde o mês de março.

Em maio, serão quatro mutirões e 16 bairros atendidos no distrito de Braz Cubas. O primeiro terá início neste sábado (07/05) e será no Jardim Santos Dumont, Jardim Santos Dumont II e Jardim Aeroporto II. Já no dia 14 de maio, terão início os trabalhos no Jardim Layr II, Jardim dos Amarais, Jardim Aeroporto III e Jardim Planalto.

No dia 21 de maio, terá início o mutirão no Jardim Santa Tereza, Jardim Esperança, Vila Municipal e Conjunto do Bosque. E no dia 28, último sábado do mês de maio, começarão os trabalhos na Vila Cintra, Vila Nova Cintra, Vila Joia, Vila Paulista e Residencial Mirage.

Todos os mutirões contam com carta de serviços completa. Isto é, são diversos setores e departamentos da Secretaria de Infraestrutura atuando de forma simultânea e integrada, para garantir melhores resultados. Os serviços vão desde vistoria técnica, até retirada de lixo, recuperação de praças, tapa-buraco, reparos de grelhas e tampas de bocas de lobo, limpeza e roçada de córregos e alas, roçada em área municipal, limpeza, roçada e reparos de guias e sarjetas, nivelamento e cascalhamento em vias não pavimentadas, pintura de guias e manutenção na iluminação pública.

“Criamos o Plano de Zeladoria com o intuito de dar maior resolutividade no que se refere à manutenção da cidade no menor tempo possível. Os trabalhos foram iniciados no encerramento do período de chuvas, que é quando conseguimos trabalhar de forma mais efetiva com zeladoria. Queremos dar aos munícipes a tranquilidade de saber que a cidade está toda mapeada, temos ciência das demandas, porém estamos muito empenhados e todos os bairros serão atendidos em breve”, destaca o secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Alessandro Silveira.

A cada mutirão, a Secretaria destina cerca de 30% do efetivo, enquanto o restante segue se dedicando a trabalhos rotineiros nas demais partes da cidade. A definição da ordem de atendimento obedece a levantamentos próprios da Secretaria e também a pedidos de manutenção feitos pela comunidade. O canal oficial para que o cidadão registre solicitações junto à Prefeitura é a Ouvidoria, pelo telefone 156.

Balanço

Nos seis primeiros mutirões Cidade Bonita, realizados no Parque Olímpico, em Cezar de Souza, no Botujuru, no Mogi Moderno, no Jardim Universo e em Jundiapeba, foram 150 ruas atendidas pelo Departamento de Manutenção Viária, numa área total de 7,7 mil metros quadrados e mais de 1.400 buracos tapados. Da limpeza pública, foram mais de 370 mil metros quadrados atendidos com raspagem e outros 335 mil metros quadrados com roçada.

Além disso, o departamento responsável pela manutenção do sistema de drenagem da cidade fez mais de 130 serviços, entre reparos, desobstrução e implantações de e em aparatos como bocas de lobo e bocas de leão, guias, sarjetas e sarjetões, galerias e valas pluviais. Só de galerias de águas pluviais, por exemplo, foram 160 metros lineares desobstruídos e mais de 110 metros lineares de novas tubulações implantadas.

O maior mutirão realizado até o momento foi o de Jundiapeba, que se estendeu por dez dias e contou com reforço e atuação das equipes das Administrações Regionais, para que todos os setores mapeados pudessem ser devidamente atendidos. Só ali, foram mais de 400 toneladas de inertes removidos, mais de 145 mil metros lineares atendidos com raspagem e mais de 73 mil metros quadrados atendidos por capina mecanizada.