Prefeitura transforma tecnologia em qualidade de vida

Secretaria de Gabinete

29 de janeiro de 2020
Acessibilidade

Todos os avanços tecnológicos precisam ser transformados em melhor qualidade de vida para a população de Mogi das Cruzes. Esta foi a diretriz transmitida pelo prefeito Marcus Melo, em 2017, a todos os setores da Prefeitura Municipal. Assim, surgiram soluções tecnológicas criativas para boa parte das demandas populares. De quebra, renderam ao município, no ano passado, posição de destaque no ranking das cidades inteligentes conectadas do Brasil.

Mogi das Cruzes desponta entre as 100 melhores no eixo de Tecnologia e Inovação (65ª) do ranking Connected Smart Cities 2019, realizado pela Urban Systems após análise de todas as cidades do País com mais de 50 mil habitantes. Do território local para o mundo, destacam-se expoentes tecnológicos para responder os mais variados problemas humanos. São produtos de startups nascidas no Polo Digital mogiano, um espaço para integração, criação de startups e desenvolvimento de ideias e habilidades, que virou o motor do empreendedorismo nas novas tecnologias e não tardará a dar origem a um Centro de Inovação Tecnológica. “Direcionamos conhecimentos e esforços para potencializar a qualificação profissional, azeitando a parceria com instituições públicas e privadas”, sintetizou o prefeito.

No ecossistema da revolução tecnológica, ambiente promissor, especialmente para a juventude, a Prefeitura também criou a Escola de Empreendedorismo e Inovação (EEI). A unidade oferece qualificação voltada para o empreendedorismo de inovação e a indústria 4.0, incentivando o comportamento empreendedor. Em 2019, despontaram cursos gratuitos, como Games, Mercado Fitness, Edição de Imagens e Monitoria de Turismo, entre outros. Como atua conectada com o Polo Digital, inicia a capacitação sobre a cultura startup, além de manter parceria com o Sebrae.

Para democratizar a navegação na internet, a Prefeitura garante wi-fi gratuito em pontos de grande movimentação. O projeto Praças Digitais atende 15 localidades e permanece em expansão. Há ainda ônibus urbanos dotados de wi-fi gratuita. “Aliás, consultar horários e itinerários os ônibus do sistema municipal de transportes é coisa que se faz na palma da mão”, completa o prefeito, ao apontar o Mogi no Ponto – Citta Mobi. Trata-se do aplicativo para smartphones, que permite ao passageiro acompanhar o trajeto do seu ônibus e conhecer o tempo que ele levará para chegar ao ponto de parada do seu interesse, além de ter outras informações.

SOS Maria da Penha é outra inovação tecnológica que vira gigante no combate ao feminicídio. Em 2018, a Prefeitura criou a Patrulha Maria da Penha para apoiar mulheres vítimas de violência e garantir a execução de medidas protetivas determinadas pela Justiça. Esse trabalho especializado é desenvolvido em parceria com o Ministério Público, a Delegacia da Mulher e o Poder Judiciário. Reforçando as ações da corporação, o aplicativo oferece às mulheres sob proteção um botão do pânico para acionar os guardas municipais, em caso de perigo. É uma ferramenta desenvolvida pelo grupo que venceu o Hackathon da Segurança, realizado pela primeira vez na Cidade pelo Polo Digital, em 2018.

Os recursos tecnológicos também aprimoram o processo de ensino-aprendizagem na rede municipal. A Carteirinha Educa+Mogi possibilita aos pais acompanharem on-line a vida escolar dos filhos, pelo computador ou celular. Nas aulas, os alunos têm tablets ou notebooks para aprender, assim como utilizam games e óculos de realidade virtual nas aulas de Astronomia, História e Ciências.

Para vencer a burocracia que trava investimentos, a Prefeitura inovou com a Sala do Empreendedor, que centraliza procedimentos e fluxos de trabalho de todos os departamentos da Prefeitura e demais órgãos relacionados à abertura de um empreendimento. A iniciativa reduziu de semanas para menos de 24 horas o prazo de abertura de uma empresa. Esta unidade e o Polo Digital conquistaram o 1º lugar no prêmio Prefeito Empreendedor 2019 e também o Inova Cidade. Outra medida importante foi o Sistema de Aprovação Digital de Projetos, que diminuiu de 60 para 7 dias o prazo de tramitação de projetos residenciais.

“Desde o início da gestão, dirigimos esforços para estimular, reforçar e multiplicar iniciativas inovadoras, capazes de facilitar o acesso a serviços públicos e melhorar ações cotidianas. Explorar tanto quanto possível as ferramentas tecnológicas, a serviço das pessoas, é uma dos desafios diários da Prefeitura de Mogi das Cruzes, que se esforça para oferecer mais transparência e elevar a qualidade de vida para os mogianos”, assinalou o prefeito Marcus Melo que é administrador de empresas. (Mel Tominaga)