NOTÍCIAS

Público de 5 mil pessoas acompanha inauguração do Parque da Cidade

Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2016

Enviar por e-mail
Fechar
Enviar para um amigo
Seu nome:
Nome do destinatário:
Preparar para impressão

1282

visualizações

Público de 5 mil pessoas acompanha inauguração do Parque da Cidade

População aproveitou dia de sol e calor para conhecer novo parque

Diante de um público de 5 mil pessoas, o prefeito Marco Bertaiolli inaugurou, na manhã desta sexta-feira (30/12), o Parque da Cidade, equipamento urbano que reúne estruturas voltadas à prática esportiva, atividades culturais e ao lazer. Ao fazer a última inauguração de seus oito anos como prefeito, Bertaiolli discursou em tom de agradecimento. “Chegar ao fim do meu mandato entregando um parque é uma emoção e um privilégio. Agradeço a Deus que me permitiu, pelo voto da população, ser prefeito da cidade em que nasci, constituí minha família e onde pretendo morar pelo resto da minha vida.”

O investimento é de R$ 12 milhões. Com 85 mil metros quadrados (o equivalente a 12 campos de futebol com medidas oficiais), o Parque da Cidade tem entradas pela avenida Jardelina de Almeida Lopes, em frente a praça Deputado Paulo Kobayashi (Praça do Oito), na Chácara Jafet, e pela rua Francisco Affonso de Mello, no Parque Santana.

O projeto foi desenvolvido pelo arquiteto Ruy Ohtake (que compareceu à inauguração) e conta com espelho de água cercado por palmeiras, praça de integração entre crianças e idosos, com playground e Academia da Terceira Idade (ATI), bosque com espécies nativas da região do Alto Tietê, orquidário e jardim de flores, com variedades produzidas em Mogi das Cruzes, além de teatro de arena para atividades culturais de artistas da cidade.

O novo espaço de lazer tem ainda churrasqueiras, dois campos de futebol society, pista de caminhada com 1.200 metros de extensão, duas quadras de tênis, quadra poliesportiva, duas quadras de vôlei de areia, três quadras de basquete (modalidade streetball) e pavilhão esportivo para atividades como tênis de mesa, xadrez e judô.

Além disso, o ginásio poliesportivo que existia no antigo clube foi recuperado e poderá ser utilizado pela comunidade e terá ainda escolinhas de iniciação esportiva para crianças e atividades esportivas voltadas aos idosos. Em todos os espaços do Parque da Cidade, a utilização pode ser feita mediante agendamento na administração do parque.

“Hoje é um dia especial. Esta área era frequentada por usuários de droga e demos um destino e uma utilização correta a ela. O parque é um convite a Mogi das Cruzes para sair do sedentarismo e praticar atividades físicas. É um convite à saúde pública”, destacou o prefeito

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilberto Kassab, veio a Mogi conhecer o parque e parabenizou Bertaiolli. “É um parque espetacular, com a estrutura necessária para prática de esportes, de lazer e de convivência”, elogiou Kassab.

O vice-prefeito, José Antonio Cuco Pereira, afirmou que o parque transformou uma parte da cidade. “É a coroação desta gestão que entregou cerca de 200 obras em oito anos”, disse Cuco.

O secretário municipal de Obras, Cláudio de Faria Rodrigues, destacou o fato de o parque ter sido projetado por um dos maiores arquitetos do País. “Tudo foi pensado para passarmos o dia aqui. Este é um espaço que lapidará a qualidade de vida de cada um que o frequentar.”

As estruturas do Parque da Cidade receberam o nome de diversas personalidades, como forma de homenagem àqueles que contribuíram com a cidade em diferentes áreas, como literatura, música, política e esportes (veja relação abaixo).

Também participaram da inauguração a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Mara Bertaiolli; o prefeito eleito Marcus Melo, o vice-prefeito eleito Juliano Abe, o deputado estadual Marcos Damasio, secretários municipais, vereadores, lideranças de bairro e familiares dos homenageados.

O Parque da Cidade funcionará normalmente neste sábado e domingo (31/12 e 1º/1), das 8h às 17h. A partir de segunda-feira (02/01), ficará aberto todos os dias, das 7h às 19h. Provisoriamente, os telefones para informações sobre as escolinhas e agendamentos são 97348-6434 (Cristina) e 99827-9864 (Flávio).


Opções de lazer
O Parque da Cidade é o quinto parque municipal de Mogi das Cruzes e o segundo entregue pela atual administração, ao lado do parque Botyra Camorim Gatti, que foi revitalizado em 2010. Além disso, em 2011, o Parque Natural Municipal Francisco Affonso de Mello foi reaberto ao público. O município também conta com os parques Centenário, no distrito de Cezar de Souza, e Leon Feffer, em Braz Cubas.

Os parques fazem parte de uma estrutura de equipamentos públicos voltados ao lazer dos mogianos. Atualmente, Mogi das Cruzes conta com 103 equipamentos para a prática de esporte e lazer, entre parques, centros esportivos, ginásios, quadras esportivas e as 68 unidades das Academias da Terceira Idade (ATI) implantadas em praças e espaços públicos. Todos os locais possuem atividades gratuitas e também podem ser utilizados pela comunidade. (JN)


Equipamentos e Homenageados

Espelho de Água: Nelson Albissú (1948 – 08/12/2016)

Paulistano do bairro do Ipiranga, Nelson Albissú passou a infância e a juventude em Santo André. Chegou a Mogi das Cruzes para trabalhar na antiga empresa Resana (atual Reichold do Brasil). Formado em Direito e Administrações de Empresas e Mestre em Teatro e Dramaturgia, Nelson Albissú se transformou em um dos principais nomes da história da literatura de Mogi das Cruzes.
Autor de 64 títulos infantis publicados em espanhol, francês e inglês, também escreveu e dirigiu peças teatrais. Foi Coordenador do Idoso da Prefeitura de Mogi das Cruzes, com participação no desenvolvimento de políticas públicas para esta parcela da população. Casado com Geny, teve cinco filhos, nove netos e uma bisneta.

Bosque das Árvores Brasileiras: Emídio Muffo (18/04/1933 – 04/09/2016)
Nascido na Itália, Emidio Muffo mudou-se para o Brasil aos 18 anos. Em Mogi das Cruzes, criou a Garden Tec, do ramo de paisagismo. Casou-se com Maria Helena, com quem teve três filhos. Após ficar viúvo, casou-se com Eunice Cebrian Muffo (Cice), que também era viúva, mãe de dois filhos. Juntos, tiveram mais uma filha, constituindo uma família formada por 6 filhos, 12 netos e 3 bisnetos.

Academia da Família: Francisco Ernesto Chaves da Silva (23/08/1945 – 18/12/2015)
Nascido em Caucaia (CE), teve destaque representando Mogi das Cruzes em competições como os Jogos Regionais do Idoso na modalidade xadrez. Chegou a Mogi das Cruzes na década de 1980 e, em junho de 1995, passou a trabalhar na Prefeitura no cargo de Agente de Tributos Imobiliários. Casado com Helena Maria de Oliveira, com quem teve as filhas Elis de Oliveira Chaves e Ana de Oliveira Chaves, teve outros nove filhos de outros relacionamentos anteriores.

Orquidário: Shichiro Haga (03/10/1933 – 04/04/2015)
Shichiro Haga nasceu na cidade de Shizugawa, atualmente conhecida como Sanriku, no Japão. Chegou ao Brasil em 13 de janeiro de 1958 e estabeleceu-se no bairro Itapeti. Mais tarde, passou a trabalhar em terreno próprio, produzindo abobrinha brasileira, hortaliças e mexerica poncã. Em 1973, iniciou a produção de flores. Em 1985, iniciou um novo projeto, a produção de orquídeas. Na mesma época, criou o Orquidário Oriental. Foi presidente da Associação Cultural Agrícola Itapeti, membro da Associação Central dos Floricultores e do Bunkyo de Mogi das Cruzes.

Teatro de Arena: Maestro Gaó (12/02/1902 – 25/09/1992)
Odmar Amaral Gurgel, o Maestro Gaó, nasceu em Salto, interior de São Paulo. Maestro, arranjador, compositor e instrumentista, iniciou sua carreira em 1926, na Rádio Educadora Paulista. Também fez parte das Rádios Cruzeiro do Sul, Cosmos e Record, em São Paulo, e Nacional e Ipanema, do Rio de Janeiro. Comandou as orquestras Colbraz, Columbia, Jazz Columbia e Nova Orquestra Columbia.
Trabalhou nas gravadoras Columbia e Odeon. Dirigiu a orquestra do famoso Cassino da Urba e, em 1945, mudou-se para os Estados Unidos, tendo se apresentado, inclusive, ao lado de Carmem Miranda. No início dos anos 70, passou a viver em Mogi das Cruzes e, entre outros trabalhos, fez parceria com Maurício de Souza na trilha sonora da Turma da Mônica

Pavilhão Esportivo: José Martins de Lara (1868 – 30/09/1949)
Nascido em São Paulo, José Martins de Lara chegou a Mogi das Cruzes em 1901 para trabalhar como cartorário. Em 1911, adquiriu um imóvel de 148 hectares denominado Ipiranga. Mais tarde, o local passou a chamar-se Chácara Lara. O terreno deu origem, muitos anos mais tarde, ao que hoje se conhece como Parque Santana e englobava, inclusive, a área onde está construído o Parque da Cidade. José Martins de Lara casou-se com Anna Cândida Martins Lara, com quem teve 14 filhos, a maioria deles nascido na chácara onde estabeleceu sua família.

Academia da Terceira Idade: José da Silva (11/02/1941 – 18/12/2012)
Nascido em Biritiba Mirim, José da Silva mudou-se para Mogi das Cruzes no início os anos 1960. Atuou na área comercial em Mogi das Cruzes e em São José dos Campos.. Casado com Maria Aparecida Tardelli Silva, José da Silva teve três filhos: André, Fábio e Luciano. Foi pioneiro na área de informática em Mogi das Cruzes, com a empresa Reprodata, hoje Reproshop. Foi presidente da Associação Comercial, um dos fundadores do Sindicato do Comércio Varejista e membro da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo.

Complexo Esportivo: Jaciro da Costa Neves (27/04/1947 – 03/04/2013)
Jaciro José da Costa Neves nasceu em Mogi das Cruzes. Professor de Educação Física desde 1972, colaborou na formação de várias gerações de alunos, nas diversas escolas públicas nas quais trabalhou em Mogi das Cruzes, Poá, São Paulo e Itaquaquecetuba, além da unidade mogiana do Sesi e da Associação Tibiriçá de Educação, da Capital. Também foi coordenador de esportes de indústrias de Mogi das Cruzes e trabalhou na Prefeitura de Mogi das Cruzes em atividades físicas para os idosos. Casado com a professora Sônia Maria Brites da Silva, teve dois filhos: Isamara e Fabrício.

Ginásio Poliesportivo: Deputado Federal Maurício Nagib Najar (19/09/1934 – 06/06/2001)
Maurício Nagib Najar nasceu em Mogi das Cruzes, filho de Nagib Najar e Mariana Antonio Najar. Casou-se em 7 de setembro de 1962 com Maria Aparecida Porcelli Najar, com quem teve três filhas: Nara Regina, Liamara e Maricy. Foi avô de Gustavo, Rodrigo, Karina e Marcela. Formou-se na Faculdade de Direito do Largo São Francisco em 1962 e atuou em empresas como Mineração Geral do Brasil, Cosim (Companhia Siderúrgica de Mogi das Cruzes), Howa do Brasil, Onibla Indústria e Comércio de Papel Ltda. e Mogiana de Tecidos. Também teve escritório de advocacia em Mogi das Cruzes. Foi vereador, deputado estadual e federal, secretário na Prefeitura Municipal de São Paulo e diretor de Recursos Humanos dos Correios
CULTURA
Festival de Verão 2017 - De 19 a 29 de janeiro
Palavra-chave

Qualquer um dos termos:

Procura por notícias que contenham, no título ou no corpo do texto, pelo menos um dos termos digitados no campo 'Palavra-chave'.


Todos os termos:

Procura por notícias que contenham, no título ou no corpo do texto, todos termos digitados no campo 'Palavra-chave', em qualquer ordem de aparição.


A frase exata:

Procura por notícias que contenham, no título ou no corpo do texto, a frase exata que foi digitada no campo 'Palavra-chave'.

Órgao
Data


Ordenar
PESQUISAR NOTÍCIAS