Análise técnica, equipamentos e capacitação dinamizam serviço de poda de árvores

Secretaria do Verde e Meio Ambiente

08 de outubro de 2019
Acessibilidade

O serviço de poda de árvores da Prefeitura de Mogi das Cruzes está baseado em três pontos: a análise técnica, a utilização de equipamentos modernos e a capacitação dos funcionários. O objetivo do trabalho é garantir o crescimento saudável das árvores, contribuindo para o aumento da cobertura verde da cidade. Somente este ano, até setembro, já foram realizados 497 procedimentos do tipo. Os cidadãos podem solicitar a análise e a poda de árvores pela Ouvidoria Municipal, no telefone 156, no aplicativo eOuve ou ainda pelo whatsapp 97133-1999.

O secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Daniel Teixeira de Lima, explica que todas as solicitações são encaminhadas para análise técnica – o primeiro passo do serviço. Um engenheiro agrônomo da secretaria vai o local e faz uma série de testes com a árvore: “Essa equipe de campo verifica a espécie, o estado e fez testes com a raiz, o tronco e a copa. Em seguida, um laudo técnico é elaborado com todas as recomendações e assinado pelo engenheiro”, explica.

Neste trabalho, os funcionários utilizam equipamentos que aumentam a precisão da verificação. O penetrógrafo permite avaliar as condições fitossanitárias da árvore. Outro aparelho usado pela equipe de campo é o podador de altura – uma míni moto-serra com extensor, que permite aos trabalhadores o corte de galhos mais altos, com segurança e praticidade. “Esses equipamentos nos ajudam a aumentar a produção e a eficiência das podas”, afirma o secretário.

Desde a semana passada, prossegue Lima, todo o trabalho de poda passou a ser de responsabilidade da Secretaria do Verde. Até então, os laudos eram elaborados pela secretaria e seguiam para a Secretaria de Serviços Urbanos, para execução. Apesar desta tramitação ser feita por computador, a unificação dos serviços foi uma decisão tomada para dinamizar os resultados:

“Recebemos um grupo de cinco funcionários e passamos a concentrar aqui todo o trabalho, desde a análise dos laudos até a poda nas ruas”, explica o secretário. O engenheiro agrônomo Wilson de Souza Neto é o responsável pelos laudos e coordena a equipe de campo: “As árvores nos dão várias contribuições, como redução de temperatura, abrigo para pássaros e melhoria na qualidade do ar. Podas bem executadas ajudam no seu crescimento”, completa. No ano passado, foram realizadas 642 podas. Já em 2017, o número foi de 470.

Capacitação

A Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente também realiza capacitações com seus funcionários e com concessionárias de serviços que atuam na cidade. Uma dessas ações aconteceu em julho deste ano, incluindo aulas teóricas e práticas sobre a poda de árvores. Os alunos receberam informações sobre tipos de podas, formas de realizar esse serviço, épocas mais propícias durante o ano, equipamentos, atos lesivos à limpeza urbana, formas corretas e incorretas de se realizar este tipo de manutenção e a necessidade do recolhimento de galhadas.

Uma das prioridades da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente é estimular a cobertura verde da cidade, que é já é extensa, estimulando a população a plantar árvores e cuidar do seu crescimento. Reinaugurado em junho do ano passado, o Viveiro de Mudas do Parque Leon Feffer oferece mudas às pessoas interessadas, além de disponibilizar informações técnicas sobre o melhor tipo de planta para cada local e informações sobre os cuidados necessários. Somente na Semana da Primavera, foram doadas 1.240 mudas aos mogianos.

O viveiro também recebe visitas monitoradas de alunos na rede escolar, que aprendem sobre a importância das árvores. “A valorização do meio ambiente inclui ações práticas e também um trabalho permanente de educação ambiental, que ajuda a formar novas gerações cada vez mais conscientes desse tema. As crianças e os jovens se preocupam com a natureza e isso é salutar, pois teremos uma sociedade cada vez mais consciente e atuante”, finaliza o secretário Daniel Teixeira de Lima. (Marco Aurélio Sobreiro)