CEU das Artes ganha Academia da Terceira Idade e Internet pública

Secretaria de Gabinete

19 de setembro de 2019
Acessibilidade

O prefeito Marcus Melo e a presidente do Fundo Social de Mogi, Karin Melo, participaram, na manhã desta quinta-feira (19/09), de uma cerimônia no Centro de Esportes e Artes Unificados (CEU das Artes), na Vila Nova União, em que duas benfeitorias foram entregues: uma Academia da Terceira Idade (ATI) e Internet wi-fi. Na mesma solenidade, tomaram posse os novos membros do conselho gestor que administra o espaço, em parceria com o Instituto Sementinha.

A ATI inaugurada no CEU das Artes é a 85ª na cidade e a sexta entregue somente neste ano. Em todas, a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer disponibiliza aulas gratuitas para a população. Além dessa, a Prefeitura já entregou em 2019 ATIs no Mogilar, em Jundiapbea, no Jardim Aracy e no Jardim Camila.

Já o wi-fi faz parte do projeto Praças Digitais, por meio do qual usuários de dispositivos móveis passam a ter pontos de acesso gratuito à internet, mediante um cadastro, que é feito em poucos minutos. A internet era um pedido antigo da equipe do CEU das Artes e, de acordo com a coordenadora do espaço, Patrícia Lusvarghi, desde que o benefício foi implantado, já foi possível observar um aumento na frequência de pessoas no local.

O conselho gestor, por sua vez, é um órgão tripartite, composto por representantes do poder público, sociedade civil organizada e comunidade local. O conselho divide a gestão do espaço com o Instituto Sementinha e é responsável pela escolha das oficinas, atrações e modalidades esportivas oferecidas no espaço. Hoje, foram empossados 28 membros, que responderão pelo conselho até o ano de 2021.

“O CEU das Artes é um exemplo a ser seguido e a nossa vontade é levar esse conceito para outros bairros da cidade. A Secretaria de Cultura já tem projetos de outros CEUs pela cidade, mas precisamos buscar recursos junto aos governos federal ou estadual. Esse espaço é a prova de que as coisas só dão certo quando existe diálogo entre poder público e comunidade local”, destacou o prefeito.

A presidente do Fundo Social, Karin Melo, também falou sobre o sucesso do projeto do CEU e lembrou de ações que o Fundo Social já pôde levar ao espaço, como oficinas pedagógicas. “Desde a primeira vez que pisei aqui no CEU, foi amor à primeira vista, portanto é com muito carinho que volto aqui nesse espaço. Caminhando juntos conseguimos atingir nossos objetivos, portanto continuem contando conosco”, pontuou.

O secretário municipal de Cultura e Turismo, Mateus Sartori, lembrou que o grupo gestor é a “alma” do CEU das Artes e que, desde a inauguração, quatro anos atrás, muito se aprendeu sobre como gerir um equipamento como esse. “Um espaço como esse só sobrevive porque a comunidade está aqui dentro, ocupando, cuidando e fiscalizando. Quando existe senso de pertencimento, não há degradação. Quero dar as boas vindas ao grupo que assume agora o conselho gestor e pedir para que vocês pesquisem o que o grupo anterior a você fez, pois foi uma gestão muito produtiva”, frisou.

A cerimônia contou ainda com apresentações de alunos das oficinas artísticas oferecidas no CEU das Artes. Também marcaram presença no evento o vice-prefeito, Juliano Abe, o secretário municipal de Esporte e Lazer, Nilo Guimarães, a vice-presidente do Instituto Sementinha, Marlene Maldonado, os vereadores Marcos Furlan e Edson Santos, além de outros secretários municipais, toda a equipe pedagógica do CEU, bem como moradores e lideranças da Vila Nova União.

Sobre o CEU das Artes

O CEU das Artes foi construído com o objetivo de integrar em um mesmo espaço programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e de inclusão digital, para promover a cidadania em territórios de alta vulnerabilidade social.

O equipamento tem 3 mil metros quadrados de área, distribuídos em salas multiuso, biblioteca, telecentro, auditório, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playground e pista de caminhada.

O CEU atende em média 600 pessoas por dia e 8 mil por mês. A princípio, tinha atuação mais local, destinado a moradores da Vila Nova União, porém depois passou a atender pessoas de todas as partes da cidade. (Lívia de Sá)