Marcus Melo parabeniza escolas municipais pela nota histórica no IDEB

Secretaria de Educação

14 de setembro de 2018
Acessibilidade

O prefeito Marcus Melo parabenizou na manhã desta sexta-feira (14/09), no Cemforpe, as equipes gestoras da rede municipal de ensino pelo maior resultado da história da cidade no IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, indicador criado pelo Governo Federal para medir a qualidade da educação básica. As escolas municipais alcançaram a nota 6,8 em 2017, superando o índice anterior de 2015 que era de 6,3 e também a meta estipulada para 2021, prevista para 6,6. A avaliação foi aplicada em alunos do 5º ano do ensino fundamental.

“É uma grande conquista para nossa cidade. Todos estão de parabéns pela dedicação e empenho pela qualidade de educação de nossas crianças. Continuamos trabalhando e investindo em educação para avançarmos ainda mais”, destacou o chefe do executivo. Mogi superou a média nacional que ficou em 5,8 e a estadual, que ficou em 6,5. É a terceira maior nota do Estado de São Paulo dentre as cidades com o mesmo porte.

Das 52 escolas municipais mogianas que receberam a nota, 31 escolas superaram ou igualaram a média municipal de 6,8 e receberam certificados entregues pelo prefeito, a secretária municipal de Educação, Juliana Guedes e a adjunta da Pasta, Catia Moyano. A escola com o maior IDEB no Alto Tietê está em Mogi das Cruzes. A EM Profª Emilie Nehme Affonso, em Cezar de Souza, registrou a nota 8,2. Outras quatro escolas da cidade também apresentaram as maiores notas da região.

Na rede municipal de ensino, outras 19 escolas apresentaram notas acima de 6, nota que indica o aprendizado médio dos países desenvolvidos, segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Duas escolas apresentaram notas abaixo de 6, mas apresentaram crescimento. A rede municipal de ensino é responsável pelo atendimento de 46.139 alunos. São 205 unidades escolares, destas 141 atendem alunos em período integral.

O ano de 2017 foi marcado na rede municipal de ensino pela inovação e investimento em tecnologia, como a Carteirinha de Identificação Estudantil e a entrega de 1,2 mil tablets e chromebooks para as escolas municipais. A Avaliação Municipal das Aprendizagens – Aprendi passou a ser aplicada para alunos do 2º ao 5º ano e os alunso do ensino fundamental passaram a contar com um material didático base padrão, o que também foi levado para a educação infantil neste ano. (Kelli Correa Brito)