Mogi das Cruzes é bicampeão paulista de basquete

Secretaria de Esporte e Lazer

27 de outubro de 2016
Acessibilidade

A equipe masculina de basquete de Mogi das Cruzes conquistou o Campeonato Paulista pela segunda vez em sua história. E o título foi em casa. Diante de 5 mil fanáticos torcedores, que lotaram o Ginásio Municipal de Esportes Professor Hugo Ramos, o time comandado pelo técnico Guerrinha bateu o Bauru por 69 a 61, na noite desta quinta-feira (27/10). Como havia vencido o primeiro jogo por 76 a 73, no sábado (22/10), na casa do adversário, o time mogiano fez 2 a 0 na série melhor de três, eliminando a necessidade de uma terceira partida. O prefeito Marco Bertaiolli acompanhou todo o jogo e celebrou a conquista: "Este título vem consolidar um projeto que desenvolvemos. A maturação e insistência de um time brilhante. Batemos na trave no Campeonato Paulista do ano passado, com o vice-campeonato; na Liga Sul-Americana, quando fomos semifinalistas, e no NBB, também semifinalistas. Era apenas questão de tempo para Mogi das Cruzes ser campeão." E completou: "Somos uma força do basquete brasileiro. Criamos novamente a equipe de basquete, que se tornou uma paixão do povo de Mogi das Cruzes. Deus ajuda quem trabalha." Apesar da vitória, não foi um jogo fácil, com o Bauru à frente em boa parte do confronto (até o fim do terceiro período), o que demonstra a qualidade do adversário. Nos primeiros instantes da partida, os três primeiros ataques do time do interior tiveram 100% de acerto, e os adversários abriram 7 a 0. Silêncio no ginásio. Mas por pouco tempo: bastou uma cesta de três pontos de Larry Taylor para incendiar novamente os torcedores. Mogi chegou a reduzir a vantagem do Bauru em alguns momentos, mas o primeiro quarto terminou em 19 a 12 para os adversários. O jogo ficou equilibrado nos períodos seguintes, até que no último quarto Mogi das Cruzes abriu larga vantagem e fechou o confronto em 69 a 61. O prefeito entregou o troféu ao capitão Filipin e os atletas fizeram a tradicional volta olímpica. Festa nas arquibancadas e na quadra para celebrar a conquista, 20 anos após o primeiro título, de 1996. (JN)