Obras na Rua Rodésia entram na última etapa com o início dos trabalhos de pavimentação

Secretaria de Serviços Urbanos

11 de julho de 2019
Acessibilidade

As equipes da Prefeitura iniciaram nesta quarta-feira (10/07) os trabalhos de pavimentação da rua Rodésia, no Jardim Santos Dumont. Os serviços, que devem ser finalizados em pouco mais de duas semanas, são a última etapa para a entrega da obra, que há anos é aguardada pela comunidade local.

Estão sendo utilizadas, em média, 120 toneladas de asfalto por dia na empreitada. A equipe atuando no local é composta por 15 funcionários da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. Já a via tem ao todo 700 metros de extensão.

Ao longo dos últimos meses, a rua Rodésia já vinha passando por trabalhos preparatórios. Primeiramente, foram feitas intervenções de drenagem e implantação de guias e sarjetas. Na sequência, foram feitos trabalhos de nivelamento e cascalhamento, que antecedem a pavimentação asfáltica.

Os trabalhos preparatórios foram executados por mão-de-obra contratada, enquanto a pavimentação está sendo executada por equipes próprias da Prefeitura.

“Este é uma obra que certamente vai garantir qualidade de vida aos moradores do local. Por isso estamos empenhados em finalizá-la o quanto antes”, declara o secretário municipal de Serviços Urbanos, Dirceu Meira.

O anúncio e a assinatura da ordem de serviço das obras de pavimentação da rua Rodésia foram feitos pelo prefeito Marcus Melo no início de dezembro passado, durante reunião do projeto “A Cidade é Aqui”, com cerca de 400 moradores da região do Jardim Santos Dumont.

A notícia foi muito comemorada pela comunidade, já que o asfaltamento da via era uma antiga reivindicação do bairro. No passado, a região do Oropó foi contemplada com obras de urbanização, que compreenderam pavimentação asfáltica, mas a rua Rodésia não foi contemplada, por restrições ambientais.

A obra agora em andamento foi possibilitada após a obtenção, por parte da Prefeitura, de licenciamento ambiental. O documento foi necessário pelo fato de a região estar inserida em Área de Proteção de Mananciais, dada a proximidade com o Rio Jundiaí. (Lívia de Sá)