Prefeitura abre licitação para projeto de coletor de esgotos na bacia do Jundiaí

Serviço Municipal de Águas e Esgotos

03 de abril de 2020
Acessibilidade

A Prefeitura de Mogi das Cruzes abriu a licitação que definirá a empresa responsável pela elaboração de estudo de concepção e projeto básico para instalação dos coletores-tronco na bacia do rio Jundiaí, no distrito de Jundiapeba. O investimento previsto é de R$ 2,3 milhões, sendo que a maior parte dos recursos (R$ 2,1 milhões) é do Governo Federal. A abertura do envelope “documentação” será no dia 5 de maio de 2020. O prazo de elaboração do estudo e projeto será de 12 meses após a conclusão do processo licitatório, assinatura do contrato e emissão da ordem de serviço.

O projeto será para implantação dos coletores-tronco Jundiaí, Oropó e Santo Ângelo, que somarão 16,7 quilômetros, passando pelos distritos de Jundiapeba e Braz Cubas. A instalação dos coletores poderá possibilitar a desativação das estações elevatórias de esgoto bruto Indonésia, Andiroba, Oceania, Tanzânia e Sapucaia, diminuindo o custo de operação do sistema de esgotamento sanitário do município.

Os coletores Jundiaí, Oropó e Santo Ângelo visam ao atendimento dos bairros Vila Jundiaí, Jardim Planalto, Residencial Cambuci, Residencial Mirage, Jardim Aeroporto, Jardim Layr, Jardim Santos Dumont, Conjunto Santo Ângelo, Porteira Preta, Conjunto Oropó, Vila Moraes e Conjunto São Sebastião.

A população atendida na área de abrangência é de 13 mil pessoas, mas a capacidade futura (considerando o crescimento populacional da região) é para 25 mil moradores.

A contratação da empresa é para elaboração de projeto básico. Concluída esta etapa, a Prefeitura e o Semae buscarão recursos externos para as obras. (Julio Nogueira)