Programa Criança Feliz é lançado em Mogi das Cruzes

Secretaria de Assistência Social

08 de fevereiro de 2018
Acessibilidade

O prefeito Marcus Melo participou, nesta quinta-feira (08/2), ao lado do secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro, do lançamento do Programa Criança Feliz em Mogi das Cruzes. No total, o programa atenderá 700 famílias com gestantes, crianças de zero a três anos beneficiárias do Programa Bolsa Família e crianças de zero a seis anos incompletos beneficiários do Benefício de Prestação Continuada.  

O Programa Criança Feliz tem o objetivo de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, ao considerar sua família e seu contexto de vida, por meio do acompanhamento às famílias realizado por visitadores e supervisores capacitados. Em Mogi das Cruzes, as visitas domiciliares começaram no último dia 9 no município. "Esse projeto visa estarmos presentes com orientações e acolhimentos capazes de colaborar para o desenvolvimento integral das nossas crianças. É um importante avanço e certamente sentiremos os resultados num futuro próximo", explicou o prefeito Marcus Melo. 

No Estado de São Paulo, 206 municípios participam do programa, que deve atender mais de 44 mil gestantes e crianças de 0 a 6 anos de idade, beneficiários do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC/LOAS). É uma iniciativa do Governo Federal, desenvolvida em parceria com o Estado de São Paulo e com os municípios. 

Para participar, é preciso dispor de CRAS - Centro de Referência da Assistência Social e ter estrutura física adequada para realizar as atividades propostas. O valor previsto é de R$ 65,00 por indivíduo atendido e o repasse do Governo Federal para Mogi das Cruzes será de R$ 34.600 mensais. Em contrapartida, o município deverá investir R$ 14.800,00 na contratação de supervisoras do programa.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro, o Programa Criança Feliz traz recursos e acopla uma metodologia muito parecida com as políticas sociais desenvolvidas em São Paulo. “Considero que é somar energias, para juntos, Governo Federal, Governo de São Paulo e as Prefeituras, trabalharmos com foco na primeiríssima infância”, afirmou. Floriano apresentou a palestra "Primeira Infância: O Começo da Vida" para o público presente e detalhou os benefícios de investirmos no desenvolvimento e educação dos pequenos. "Essa ideia não é nova, mas é de extrema importância. Ou investimos na primeira infância ou vamos continuar gastando rios de dinheiro para corrigir problemas das mais diversas áreas", justificou. 

Os municípios que fizeram a adesão ao Criança Feliz na região da DRADS - Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social Grande São Paulo Leste foram Arujá, com 200 vagas; Guararema, com 150 vagas; Mogi das Cruzes, com 700 vagas; Poá, com 500 vagas; e Salesópolis, com 100 vagas.