Programa Municipal de DST/Aids passa a ofertar Profilaxia Pré-Exposição Sexual (PrEP)

Secretaria de Saúde

16 de agosto de 2019
Acessibilidade
Programa Municipal de DST/Aids de Mogi das Cruzes inicia nesta segunda-feira (19/08) os atendimentos de Profilaxia Pré-Exposição Sexual (Foto: Divulgação)

O Programa Municipal de DST/Aids da Secretaria Municipal de Saúde de Mogi das Cruzes inicia nesta segunda-feira (19/08) os atendimentos de Profilaxia Pré-Exposição Sexual (PrEP). O atendimento será realizado exclusivamente na UAPS 2, que fica na rua Fausta Duarte de Araújo, 412, no Centro, e irá funcionar de segunda a sexta-feira, das 8 às 15 horas, sem necessidade de agendamento prévio.

A Profilaxia Pré-Exposição de risco à infecção pelo HIV consiste no uso preventivo de medicamentos antirretrovirais antes da exposição sexual ao vírus com objetivo de reduzir a probabilidade de infecção. A PrEP está sendo implantada para prevenir a infecção pelo HIV e promover uma vida sexual mais saudável.

Os médicos prescrevem a PrEP para populações em situação de maior vulnerabilidade e que tenham práticas de maior risco para infecção pelo HIV. Entre elas estão, casais sorodiferentes que, por repetidas vezes, têm relações sexuais sem uso de preservativo, que têm usado a PEP - Profilaxia Pós-Exposição repetidamente ou que apresentem infecções sexualmente transmissíveis (IST).

A PrEP é uma combinação de dois medicamentos (tenofovir e entricitabina) em um único comprimido, que impede que o HIV se estabeleça e se espalhe pelo corpo.Não previne, no entanto, outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), por isso deve ser combinada com outras formas de prevenção.

“Nossa equipe do Programa Municipal de DST/Aids é altamente capacitada e está apta para orientar as pessoas que tiveram dúvidas, sempre com total sigilo”, explica a diretora de Rede Básica, Rebeca Barufi, lembrando que a prescrição do medicamento depende da realização de alguns exames.

Preservativo

O uso do preservativo deve ser mantido. A PrEP pode ser combinada com outros métodos de prevenção já conhecidos, como o preservativo, que protege contra todas as demais IST. Além disso, não previne a gravidez e não garante 100% de proteção contra o HIV, tal como qualquer outro método.